BLOG

Por que meu cabelo cai? Entenda os motivos

Queda de cabelo

Por que meu cabelo cai? Entenda os motivos

Estima-se que no nosso couro cabeludo tenhamos cerca de 100 a 150 mil fios de cabelo e que, todos os dias, 60 a 100 unidades desses fios caiam naturalmente.

Já a queda de cabelos acentuada (eflúvio, na linguagem médica) é um problema mais sério, que afeta homens e mulheres, por diferentes razões, sendo mais comum (e intenso) no sexo masculino. 

Quando alguém percebe que está passando por esse processo, é normal que isso afete sua autoimagem, sendo comum a pergunta: “por que o meu cabelo cai?”.

A resposta a essa dúvida passa por entendermos os motivos da queda de cabelo, sendo  importante compreender que nosso cabelo possui um ciclo natural de crescimento marcado por três fases: crescimento, repouso e queda. A depender da fase em que ele estiver, é natural que ele caia. Esses diferentes momentos, inclusive, é o que garante que nossos cabelos não caiam todos de uma vez.

Mas, além disso, também há várias outras razões para o cabelo cair, como genética, estresse, uso de medicamentos, carência nutricional, e o tratamento da sua queda vai depender da identificação desse motivo pelo seu médico.

No artigo de hoje, falaremos sobre todos esses motivos, a fim de que você entenda o que pode estar fazendo seu cabelo cair.

Entenda os motivos da queda de cabelo

As mulheres geralmente percebem o início dessa perda ao observar discretos sinais, e que vão se acentuando com o passar do tempo.

É comum, por exemplo, ao partir o cabelo, as mulheres notarem que essa linha divisória está mais visível (sinal da linha, na linguagem médica). Outro sinal é ao tentar prender o cabelo, fazendo um rabo de cavalo, e verificar que agora é preciso dar mais algumas voltas no elástico para o cabelo ficar firme.

Já no caso dos homens, os primeiros sinais são a subida da linha do cabelo na parte frontal (a testa vai ficando maior) e a acentuação  das entradas. Ao suspeitar de que você possa estar em um processo de queda aumentada ou eflúvio, a primeira medida é observar se a queda de cabelo é realmente excessiva ou se é um processo natural dos seus fios.

Queda natural do cabelo

Como dissemos no início, nosso cabelo passa por fases e, em alguns momentos, eles vão cair naturalmente. Trata-se de um ciclo natural de nascimento, desenvolvimento, estabilização e queda.

Conheça cada uma dessas fases:

  • Fase anágena – Essa primeira fase é quando o bulbo capilar está produzindo novos fios, sendo esperado um crescimento do cabelo em torno de 12-15 cm em um ano. Esse período pode durar de 2 a 6 anos.
  • Fase catágena – Nessa outra fase, os fios já pararam de crescer e agora entram em uma fase de repouso, param de crescer e se preparam para cair. Esse período dura em média de 2 a 4 semanas.
  • Fase telógena – Finalmente, nessa fase, é o momento em que o cabelo se desprende e o fio é liberado pelo bulbo, começando um novo ciclo capilar.

Leia mais:

Como saber se a minha queda de cabelo é normal?

Queda não natural do cabelo

Mas, além dessa queda natural e esperada dos fios, existem outros motivos que podem acelerar essa queda do cabelo, mesmo fora da fase telógena, e numa quantidade bem maior que os 60 a 100 fios que citamos no início.

Os principais motivos para a queda não natural de cabelo:

  • parada do uso de anticoncepcional;
  • pós parto;
  • emagrecimento e dietas restritivas;
  • cirurgias;
  • anemia;
  • quadros febris e infecciosos;
  • depressão;
  • doenças autoimunes;
  • genética;
  • alguns medicamentos.

Leia também!

É possível evitar a queda de cabelo?

“Por que o meu cabelo não cresce?” Entenda os ciclos capilares

O que é bom para a queda de cabelo?

O tratamento ideal vai depender de qual é a raiz do problema. 

No geral, nos casos de uma queda natural, mas um pouco mais acentuada, o dermatologista pode investigar possíveis carências nutricionais e recomendar uma melhora na alimentação, uma suplementação vitamínica e alguns cuidados com a saúde dos fios.

Confira algumas dicas para manter os cabelos saudáveis:

1) Cabelos sempre limpos

A sujeira pode favorecer a queda de cabelo, piorando a situação. Apesar de não ser obrigatório lavar os cabelos todos os dias, é importante ficarmos atentos ao excesso de oleosidade.

Essa gordura acumulada no couro cabeludo pode inflamar os bulbos capilares, atrapalhando o processo natural de desenvolvimento dos fios, levando a quedas.

2) Menos estresse

É importante estarmos atentos aos sinais emocionais que nosso corpo dá. E um deles é justamente dado pelos cabelos.

O estresse é uma das causas mais comuns para a queda dos fios. Procure formas de reduzir o estresse e cuidar da sua saúde mental, como: realizar atividades físicas e de lazer, cuidar da higiene do sono e buscar técnicas de relaxamento. Caso seja necessário, busque um especialista da área.

3) Alimentação adequada

Uma boa alimentação faz toda a diferença em várias esferas da vida. Com a saúde capilar não seria diferente. Ao escolher e adicionar os alimentos certos na sua dieta, você pode obter os nutrientes necessários que o seu corpo precisa para lidar com o problema.

Confira alguns alimentos importantes:

  • Arroz, feijão e lentilha: esses alimentos possuem aminoácidos que, ao serem combinados, participam da formação da queratina dos cabelos.
  • Frutos do mar: são ricos em magnésio, que é um nutriente muito importante para a formação de proteínas que fortalecem os fios.
  • Espinafre: alimento rico em ferro, que participa da formulação dos glóbulos vermelhos; essenciais para nutrição dos folículos capilares.
  • Leite: ingerir a bebida ajuda o corpo na reposição de vitaminas como: fósforo, potássio, B2, B12, vitaminas A, D, E e K, cálcio, sódio e magnésio.

4) Cuidado com a química nos fios

Não é segredo que tratamentos químicos em excesso ou feitos de forma inadequada podem prejudicar a sua saúde capilar. A queda e/ou a quebra frequentes dos fios pode estar ligada a essa prática.

É importante observar se esse não pode ser o motivo de seu cabelo estar caindo mais. Caso seja mesmo o caso, experimente dar uma pausa no uso das químicas e fazer um processo de reparação e fortalecimento dos fios.

O dermatologista poderá avaliar a saúde do seu cabelo e te orientar quanto a possíveis produtos e tratamentos para recuperar a força e a saúde dos fios.

 

Seu cabelo está mais fino e ralo? Você percebeu que ele cai demais no banho?

Descubra os melhores recursos disponíveis contra a queda de cabelo, especialmente a calvície. Basta clicar na imagem para baixar gratuitamente:

Estou ficando careca. O que devo fazer?

Dermatologista: melhor amigo do seu cabelo

Esperamos que este artigo tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas e respondido sua pergunta de “por que meu cabelo cai?”.

Seguir essas dicas pode ajudar bastante a reduzir, interromper ou mesmo reverter a maioria dos casos de queda excessiva de cabelo.

Porém há casos em que somente a intervenção do dermatologista pode resolver o problema da queda. Existem fatores genéticos, hormonais e endócrinos que podem provocar a perda excessiva dos fios, como nos casos da alopecia androgenética, alopecia areata, entre outros.

Nestes e em outros casos de calvície, o profissional vai fazer uma avaliação cuidadosa e personalizada do seu caso, identificar as possíveis causas e indicar as melhores opções de tratamento.

Em vez de sair por aí buscando soluções caseiras para sua queda, consulte um especialista no assunto e trate o problema de forma mais segura e eficaz.

—————————-

A Clínica Kédima Nassif é especializada em tratamentos capilares de todos os tipos, dispondo das melhores técnicas e procedimentos para tratar todas as formas de calvície, tanto em homens quanto mulheres.

Caso você esteja em Belo Horizonte e esteja notando os sinais da calvície, faça seu agendamento online e venha se consultar conosco!