Flacidez na barriga: o que fazer?

DERMATOLOGIA

Flacidez na barriga: o que fazer?

Apesar de ser comum em pessoas com mais idade, a flacidez é um tipo de incômodo que pode afetar pessoas mais jovens, de diferentes etnias, homens e mulheres.

E a flacidez na região da barriga é uma das que mais causam incômodo, especialmente na hora de ir ao clube ou praia e precisar colocar uma roupa de banho. Mas não somente aí.

Mas o que é possível fazer para combater esse problema? Quais cuidados e tratamentos realmente podem trazer bons resultados?

Neste artigo, vamos te mostrar o que você pode começar a fazer hoje mesmo para trazer mais firmeza para a pele da barriga e de todo o corpo.

Acompanhe!

 

Dicas para tratar a flacidez na barriga

Como dissemos anteriormente, muita gente se incomoda com a flacidez da pele: mulheres após uma gestação, pessoas que perderam muito peso em pouco tempo ou mesmo por uma tendência genética.

A causa mais comum, no entanto, é mesmo a idade. Já que a partir dos 30 anos, nós apresentamos um declínio na produção de colágeno no organismo e, consequentemente, diminui a capacidade de sustentação, elasticidade e firmeza da pele.

E, então, áreas como pescoço, rosto, barriga, braços entre outros, acabam sendo prejudicadas também.

Mas existem hábitos que você pode adotar para reduzir a flacidez.

 

1. Melhores sua alimentação

O que você ingere interfere bastante na elasticidade e sustentação da sua pele. Pessoas que têm problemas com o efeito sanfona, por exemplo, estão mais suscetíveis à flacidez na área da barriga, braços, entre outras áreas que tendem a acumular gordura.

Nesse sentido, tentar evitar as oscilações de peso é essencial!

Para isso, procure cortar farinhas brancas, doces, alimentos processados e gordura, ou ao menos reduzir ao máximo o seu consumo. Além disso, insira fibras, leguminosas, frutas e alimentos integrais na sua dieta.

Também reforce o consumo de proteínas, como frango, pescados, carnes magras, laticínios e quinoa. Esses alimentos estimulam o corpo a produzir o colágeno, responsável por reduzir a flacidez.

E, claro, não deixe de se hidratar! Além de ser um termogênico natural, a água também ajuda na manutenção das fibras musculares, que dão sustentação à pele como um todo, evitando inclusive as linhas de expressão.

 

???? Veja também:

Por que a gordura localizada é mais difícil de perder?

 

2. Faça atividades físicas

Exercícios físicos ajudam o corpo a queimar calorias e, consequentemente, a reduzir os níveis de gordura.

Exercitar-se ajuda a fortalecer as fibras de sustentação da pele. Além disso, no caso dos exercícios com pesos, como a musculação, o ganho de massa muscular ajuda a trazer mais volume para certas áreas, promovendo um “preenchimento” daquelas regiões, reduzindo a impressão de flacidez e pele sobrando.

Finalmente, as atividades físicas também ajudam a reduzir o estresse, que é um fator que estimula a síntese de cortisol, que reduz a produção de colágeno. Com menos cortisol, você pode produzir mais colágeno. Com mais colágeno, há menos flacidez.

 

???? Veja também:

Qual o melhor aparelho estético para tratar a gordura localizada?

 

3. Dê um boost na sua produção de colágeno

Seja por meio da alimentação ou por protocolos dermatológicos, vale a pena investir em hábitos que vão aumentar a síntese de colágeno no corpo.

Utilize produtos com vitamina C, zinco e selênio, por exemplo. Além disso, controle os níveis de estresse e se proteja do sol!

Caso você fume, considere parar. Além de todos os males que o cigarro traz para a saúde, ele ainda prejudica sua produção de colágeno.

 

???? Veja também:

Como estimular a produção de colágeno

 

A importância dos tratamentos dermatológicos reduzir a flacidez

A dermatologia estética e suas tecnologias evoluem cada vez mais. Hoje existem tratamentos que não só combatem a flacidez, mas também trazem mais hidratação, beleza e juventude para a pele. Conheça alguns:

  • CM Slim: lembra que dissemos acima que ter mais músculos ajuda a “preencher” a pele, reduzindo a flacidez? Por meio de pulsos eletromagnéticos, o CM Slim faz os músculos se contraírem, estimulando o ganho de massa magra e a tonificação da área tratada.
  • Bioestimuladores de colágeno: tanto o Radiesse® quanto o Sculptra® estimulam a região tratada a produzir colágeno, o que diminui a flacidez e ajuda a pele a recuperar a firmeza.
  • Radiofrequência Legacy®: combinando a Radiofrequência Multipolar, Pulso magnético e a tecnologia exclusiva VariPulse®, o Legacy® não só promove a lipólise (quebra de gordura), como também estimula a produção de colágeno na área tratada.
  • Ultraformer III: melhora o contorno corporal e estimula a remodelação de colágeno. O Ultraformer III também maximiza o tônus muscular.

 

Veja também:

Confira 5 hábitos que ajudam a definir o abdômen!

Tratamento para flacidez na barriga é na Clínica Kédima Nassif!

Neste artigo, você aprendeu dicas de como lidar com a flacidez na barriga. Esperamos que você tenha gostado!

Como dissemos, para tratar a flacidez – na barriga e em todo o corpo – o ideal é uma abordagem conjunta, que envolva mudanças de hábitos e o acompanhamento de especialistas em estética e beleza para indicarem os melhores tratamentos.

Aqui, na clínica Kédima Nassif, aliamos segurança e tecnologia de ponta para que você alcance sua melhor versão.

Se você está em Belo Horizonte ou região, clique no link abaixo e agende uma avaliação!

 

QUERO AGENDAR MINHA AVALIAÇÃO


[fbcomments count="off" num="3" countmsg="wonderful comments!"]