BLOG

Existe tratamento para cabelo ralo?

TRICOLOGIA

Existe tratamento para cabelo ralo?

Você tem percebido seus cabelos mais quebradiços, caindo, com pouco volume e a sensação de que estão ficando mais ralos? Saiba que você não está sozinha nisso.

Boa parte das mulheres apresenta perda excessiva dos fios, o que acaba deixando os cabelos mais ralos e com menor volume, gerando incômodo, frustração e baixa autoestima. Os motivos para isso são vários, indo desde fatores genéticos a questões emocionais.

Mas será que existe tratamento para cabelo ralo?

No artigo de hoje, a gente vai te mostrar que existem, sim, formas efetivas e seguras de melhorar o aspecto das suas madeixas e torná-las mais fortes, saudáveis e bonitas.

Vamos lá?

O que deixa o cabelo ralo?

O que causa o afinamento do cabelo é o enfraquecimento do folículo piloso, que pode ocorrer por:

  • Fatores genéticos (alopecia androgenética).
  • Alterações hormonais (especialmente na menopausa).
  • Carências nutricionais.
  • Químicas inadequadas.
  • Problemas de saúde.
  • Questões emocionais, como traumas e estresse excessivo.

O segredo para perceber se seu cabelo está perdendo volume é a observação frequente e a comparação. Caso você comece a perceber mais fios soltos pela casa, no ralo do banheiro ou presos na escova/pente, e aquele rabo de cavalo que antes era volumoso e agora precisa dar várias voltas no elástico, chegou a hora de procurar ajuda médica.

O segredo para um tratamento efetivo para queda de cabelos é não perder tempo. Quanto antes você iniciar um acompanhamento e um tratamento adequado, melhores serão os resultados e mais fios você vai preservar ou recuperar.

A queda de cabelo está associada a vários problemas, incluindo calvície e algumas doenças. Entenda melhor qual pode ser o seu caso:

Meu cabelo está caindo muito. O que fazer?

Quais são as opções de tratamento para cabelo ralo?

Felizmente, hoje existem muitas formas de tratar o problema dos cabelos ralos, sendo que o primeiro passo é contar com a avaliação, o diagnóstico e o tratamento de um(a) dermatologista, de preferência especializado(a) em tricologia, que é a área que cuida da saúde dos fios e do couro cabeludo.

Na avaliação em consultório, esse(a) profissional deve iniciar a investigação dos seu problema capilar realizando um procedimento chamado de tricoscopia, que é exame capilar feito por meio do videodermatoscópio; aparelho que gera imagens detalhadas tanto do couro cabeludo quanto dos fios.

A partir dessa avaliação, o profissional vai identificar o que pode estar deixando seus cabelos finos e ralos, e vai indicar o tratamento mais indicado.

A seguir separamos alguns dos procedimentos mais usados para tratar os cabelos ralos:

1. LED terapia

O uso de aparelhos que emitem luz vermelha de LED, como o capacete Capellux i9 e o boné Capellux, é uma boa pedida no tratamento para cabelo ralo. A luz emitida aumenta a atividade celular, sem danificar as estruturas dos fios, estimulando o crescimento.

Além disso, esse tratamento tem um efeito anti-inflamatório na região aplicada.

2. MMP

O MMP é um procedimento que usa pequenas e finas agulhas para aplicar substâncias em pontos específicos do couro cabeludo, estimulando a multiplicação celular e favorecendo o nascimento e o crescimento de um cabelo grosso e saudável.

O procedimento também pode ser usado para a aplicação de medicamentos, vitaminas e outras substâncias que reduzem a queda e favorecem o crescimento do cabelo.

O tratamento deve ser realizado pelo dermatologista. E se você ficou preocupada com a citação às pequenas agulhas usadas no procedimento, não há motivos para isso. O procedimento é bem confortável e, caso seja necessário, o(a) profissional ainda poderá aplicar um anestésico local.

Quer conhecer em mais detalhes como funciona o MMP? Confira este artigo do nosso Blog:

MMP capilar: como funciona e quais os benefícios do tratamento

3. Minoxidil

Além de combater a calvície de origem genética, esse medicamento pode ser usado para engrossar os fios, porque age melhorando a circulação e a oxigenação da região do couro cabeludo, além de prolongar a fase anágena, que é o período de crescimento dos fios. Tudo isso pode resultar num crescimento de fios mais grossos e saudáveis.

O minoxidil tem aplicação tópica, diretamente nas áreas afetadas do couro cabeludo, mas sua prescrição e formas de utilização devem ser orientadas pelo dermatologista.

Você sabe o que é a terapia capilar, para que serve e quanto custa esse tipo de tratamento? Conheça neste artigo:

Como funciona e qual o valor de uma terapia capilar?

Como cuidar do cabelo fino e ralo?

O crescimento de fios mais volumosos e saudáveis também pode ter relação com a higiene e saúde do couro cabeludo, então é importante mantê-lo limpo e bem nutrido. Portanto, mesmo com os procedimentos citados acima, além de outros que possam ser indicados pelo(a) dermatologista, é importante adotar cuidados em sua rotina.

Para isso, o ideal é que você monte um cronograma capilar, que nada mais é do que uma agenda de tratamento para o seu cabelo. Com ele você controla que tipo de produto passa e quando passa, revezando substâncias para conseguir hidratar, nutrir e reconstruir os fios na medida certa.

Confira alguns outros hábitos que você pode adotar no seu dia a dia para cuidar dos cabelos ralos.

1. Escolha bem shampoos e condicionadores

O uso de shampoos muito pesados, como aqueles que contêm silicone, deve ser evitado, bem como produtos muito hidratantes ou que prometem alisamento, porque possuem em sua composição óleos que pesam os fios, diminuindo o volume e aumentando ainda mais a impressão de menos cabelo.

O melhor a se fazer é usar produtos neutros e específicos para cabelos ralos, com ativos como arginina e ReparAge.

2. Garanta uma boa nutrição

A nutrição do corpo é muito importante para a saúde do bulbo capilar, que precisa de nutrientes para gerar fios grossos e saudáveis. Portanto, evite dietas restritivas, que enfraquecem o cabelo e podem levar à queda.

Além de manter uma alimentação equilibrada e saudável, aposte em proteínas como peixes, ovos, frango, leite e seus derivados, além de vegetais verde-escuros, grãos e cereais.

Alguns suplementos também ajudam na nutrição do bulbo capilar, como os de biotina, Exsynutriment, Bio-Arct e ácido fólico, mas é muito importante que você consulte o(a) dermatologista antes de usá-los. 

3. Evite químicas e calor em excesso

Evitar o uso intenso e repetido de químicas no cabelo sempre é uma boa pedida para mantê-lo saudável e evitar a queda, e o mesmo vale para o superaquecimento com secadores, babyliss e outros aparelhos do tipo. Do mesmo modo, evite lavar o cabelo com água muito quente e tenha cuidado na hora de penteá-lo.

Neste artigo do nosso Blog, listamos mais tratamentos e cuidados que ajudam o seu cabelo a crescer mais forte e saudável. Confira:

O que é bom para fazer nascer cabelo?

Tratamento para cabelo ralo: agende sua consulta!

Caso você esteja apresentando problemas em seus cabelos, como quedas, quebra e afinamento dos fios; ou mesmo problemas no couro cabeludo, como dermatites e irritações, o primeiro passo é sempre agendar uma consulta com o(a) tricologista, para que ele(a) avalie o seu quadro e defina a melhor linha de tratamento.

Se você está em Belo Horizonte ou região, pode contar com toda a estrutura da Clínica Kédima Nassif. Somos especializados em tricologia e dispomos do que há de mais atual em recursos e tratamentos para os diversos problemas capilares.

Aproveite e confira nosso e-book com dicas sobre os melhores tratamentos e produtos para a queda de cabelo. Basta clicar na imagem:

Estou ficando careca. O que devo fazer?