DOENÇAS

Alopécia Androgenética

A doença: a alopecia androgenética ou calvície é uma forma de alopécia em que ocorre um afinamento progressivo dos pelos e o encurtamento da fase de crescimento dos fios de cabelo, o que gera uma redução da densidade e do volume capilar. Suas causas não são completamente definidas, mas os fatores hormonais (principalmente os masculinos) e os fatores genéticos são apontados como os principais causadores da doença. Nos homens, a doença tem predileção pela região do vértex, ou seja, do topo da cabeça, enquanto nas mulheres, há um acometimento da coroa ou região central do couro cabeludo.

Como tratar? O tratamento da condição se dá com o uso de medicamentos como o finasterida e minoxidil, nos homens e nas mulheres, a depender da faixa etária, desejo de gravidez e fatores individuais. Além disso, outros tratamentos surgem para tratar nas vias que não hormonais, estimulando a nutrição do folículo de cabelo, a multiplicação das células que geram o fio e modulando o ambiente da raiz do pelo, a fim de que os genes que estimulam o crescimento do pelo possam atuar em sua totalidade. São eles o microagulhamento, os lasers e luzes de baixa frequência, os lasers não ablativos e a mesoterapia. O importante é que o diagnóstico e o tratamento sejam instituídos de modo precoce e combinado, pois quando o pelo sofre um afinamento importante, não conseguimos engrossá-lo, mesmo com o tratamento. Nesse caso, o transplante capilar pode ser indicado, sempre executado por profissional habilitado (cirurgião plástico ou dermatologista) e membro da Associação Brasileira ou Internacional de Transplante Capilar (ABCRC ou ISHRS).

TRATAMENTOS RELACIONADOS:

Tricoscopia

SAIBA MAIS +

Terapia Capilar

SAIBA MAIS +

Laser 1550nm

SAIBA MAIS +

Microagulhamento

SAIBA MAIS +

Intradermoterapia Capilar

SAIBA MAIS +

Transplante Capilar

SAIBA MAIS +