BLOG

DERMATOLOGIA

Finasterida – As mulheres também podem usar o medicamento?

 

Um dos principais aliados no tratamento da Alopecia Androgenética é o Finasterida , medicamento muito tradicional na dermatologia – aprovado pelo FDA nos Estados Unidos em 1995 e pela ANVISA no Brasil em 1998 – que age no bloqueio à ação da enzima 5-alfa-redutase no couro cabeludo e evita, dessa forma, a transformação da testosterona em dihidrotestosterona (DHT), principal causa da miniaturização dos folículos pilosos.  Assim, o Finasterida previne a queda dos cabelos e otimiza a densidade capilar dos pacientes que sofrem com a calvície.

 

Quais são as indicações do medicamento?

De acordo com a bula do Finasterida, este medicamento é indicado principalmente nos casos de calvície ou alopecia androgenética padrão masculino, para aumentar o crescimento capilar no couro cabeludo e prevenir a queda adicional de cabelo.

 

Mas e as mulheres, podem usar Finasterida?

Sim! Embora não esteja em bula, estudos científicos comprovam que o medicamento é eficaz também para o tratamento da calvície padrão feminino e de outros tipos de alopecia, que podem acometer predominantemente as mulheres. Além disso, as doses do remédio nas mulheres são ministradas de forma diferente.

No entanto, é importante ressaltar que as mulheres grávidas ou que desejam engravidar estão contra indicadas ao uso do medicamento. A prescrição e o acompanhamento médico são fundamentais.

 

As principais dúvidas relacionadas ao Finasterida:

 

  • É verdade que as mulheres grávidas não podem usar o medicamento? Sim, é verdade. O medicamento é contra-indicado pelo risco de lesões ao feto.

 

 

 

  • Minha esposa engravidou, devo parar de usar a Finasterida? Não precisa. Se você é homem, usa finasterida e sua esposa engravidou, não há nenhum problema, pois o medicamento não passa para o sêmen.

  • Quem usa finasterida pode doar sangue? Não. Ao doar sangue , a bolsa doada vá para uma mulher gestante e, por ser contra-indicada no período gestacional, a doação de sangue é proibida para os pacientes que fazem o uso regular da finasterida.

  • A Finasterida serve para todos os tipos de queda de cabelo? Não. Cada doença tem um mecanismo de ação específico e um tratamento diferente. Usualmente a Finasterida é indicada nos casos de alopecia androgenética e alopecia frontal fibrosante, mas outras indicações podem acontecer. Consulte sempre o seu médico antes de iniciar um tratamento!

  • Finasterida tem efeitos colaterais? Sim. Como qualquer medicamento, a finasterida pode causar efeitos colaterais, como a diminuição da libido. É importante dizer que a incidência dos efeitos colaterais é considerada baixa, por isso, deve-se avaliar o risco x benefício em conjunto com o seu dermatologista.