BLOG

DERMATOLOGIA

Alopecia Areata – O que é?

A alopécia areata é um tipo de queda capilar que se caracteriza pela perda de cabelos do couro cabeludo ou em qualquer outra região do corpo, formando falhas circulares sem pelos ou cabelos. A doença é causada por fatores autoimunes, além de estar relacionada com o emocional do paciente, traumas físicos e quadros infecciosos.

Quais são os sinais da Alopecia Areata?

O surgimento de áreas arredondadas com a perda capilar é o principal sintoma da alopecia areata. Além disso, a pele na região acometida tende ficar lisa e brilhante, sendo que os pelos ao redor saem facilmente se forem puxados. Em alguns pacientes, este tipo de alopecia pode ser dar em conjunto com outras doenças autoimunes, como o vitiligo e o lúpus eritematoso. Por isso, uma avaliação médica profunda, com a realização de exames clínicos e de sangue é fundamental para o diagnóstico correto das causas da condição.

É possível tratar o problema?

Sim. Apesar de não ter cura, é possível controlar a alopecia areata por meio de alguns tratamentos, como o uso de minoxidil, corticoides (tópico e intralesional) e antralina.

 

Além disso, alguns procedimentos podem ser associados, para potencializar resultados, como a fototerapia com lasers de baixa potência e LED, que têm ação antiinflamatória, vasodilatadora e bioestimuladora.

Só a avaliação de um dermatologista permitirá que o melhor tratamento seja instituído, aumentando as chances do nascimento de novos pelos.