BLOG

DERMATOLOGIA

Acne na mulher adulta: como tratar?

A acne é uma das principais queixas de adolescentes em consultório dermatológico. No entanto, esta doença inflamatória não acomete apenas os jovens, podendo surgir também na fase adulta, especialmente em mulheres. Nessa faixa etária, as espinhas costumam aparecer na região mandibular e do queixo, muitas vezes acompanhadas de cravos.
A principal causa da acne na mulher adulta são as alterações hormonais, como a presença da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) e o hiperandrogenismo ou o excesso de hormônios masculinos. O uso de maquiagem rica em substâncias gordurosas agrava o problema. Além disso, pacientes obesas e diabéticas ou com histórico familiar de acne estão mais predispostas para o surgimento da doença.

Os tratamentos disponíveis

São diversas opções de tratamento para a acne. Primeiramente, é importante avaliar o grau da doença e suas possíveis causas. Quando confirmada a influência hormonal, o tratamento deve ser multidisciplinar, realizado em conjunto com um ginecologista, podendo ser indicados suplementos hormonais e determinados tipos de contraceptivos orais.

Nos casos mais leves, alguns medicamentos tópicos para a pele como os retinóides e o ácido azeláico são boas opções. Já em casos mais graves da acne, recomenda-se o uso da Isotretinoína oral (Roacutan). Alguns procedimentos clínicos como os peelings, lasers e luzes também podem complementar o tratamento, acelerando a melhora do quadro. É importante ressaltar que a escolha do tratamento ideal deve ser feita pelo médico dermatologista, a partir de uma avaliação detalhada do paciente.
Além disso, é fundamental manter a boa higiene da pele, lavando o rosto duas vezes ao dia com sabonetes específicos, indicados pelo dermatologista, a fim de controlar a oleosidade sem agredir a barreira cutânea.