BLOG

Sem categoria

A exposição ao sol e envelhecimento da pele

É natural que, com o passar dos anos, a pele perca sua firmeza, tônus, brilho e hidratação. Mas o que muitas pessoas não sabem é que, além do #envelhecimento intrínseco, ou seja, causado pela idade e pela diminuição na produção natural de colágeno, a pele também sofre com o chamado #fotoenvelhecimento, um processo desencadeado pela exposição cumulativa aos raios solares, que contribui para acelerar o surgimento de rugas, manchas, flacidez,  entre outras irregularidades.

 

A exposição ao sol e o envelhecimento cutâneo

 

A exposição ao sol sem proteção durante anos da vida danifica as fibras de #colágeno e elastina, que são as proteínas responsáveis por dar turgor e firmeza ao tecido cutâneo. O resultado é aparecimento precoce de pele ressecada, sem viço, com flacidez, poros dilatados e rugas. E, além de provocar essas alterações estéticas na pele, a exposição aos raios UV do sol também é responsável por aumentar consideravelmente as chances de desenvolvimento do #câncerdepele . Por isso, não há escapatória: para manter a pele jovem e saudável, é fundamental usar corretamente o filtro solar indicado pelo dermatologista.

Como tratar os sinais do fotoenvelhecimento?

 

  • Luz intensa pulsada:

A Luz Intensa Pulsada é uma tecnologia que age sobre pigmentos, vasos sanguíneos e pelos, clareando manchas, melhorando a aparência de telangiectasias e outras lesões pigmentares ou vasculares. Além disso, a LIP estimula a produção de colágeno, melhorando a textura da pele e atenuando poros dilatados

 

  • Laser fracionado não ablativo

Este tipo de laser penetra na pele em forma de micro colunas, atingindo apenas frações da derme, estimulando a produção de colágeno e a renovação da pele. Os resultados podem ser observados de forma gradual, com o estímulo à produção de colágeno após alguns meses entre as sessões.

 

  • Peelings faciais:

Os peelings visam rejuvenescer, clarear manchas e melhorar a textura e a aparência da pele, por meio da renovação celular. Este procedimento consiste na retirada das camadas superficiais ou médias da pele. Os peelings podem ser químicos ou físicos:

    • Peeling Químico: remove as camadas da pele por meio de diferentes ácidos, tratando manchas, acne, rugas finas e o envelhecimento facial;

    • Peeling Físico: é o processo de esfoliação da pele, com o lixamento das células mortas a partir de substâncias abrasivas. Este tratamento promove a melhora de rugas finas, estrias, cicatrizes, envelhecimento cutâneo, além de auxiliar no clareamento da pele;

 

  • Microagulhamento com drug delivery

Tratamento realizado por meio de um aparelho composto por diversas agulhas muito finas, que produzem pequenos orifícios na pele com o objetivo de estimular os fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno. O microagulhamento ajuda também na melhor absorção de medicamentos específicos na área tratada, promovendo resultados mais satisfatórios (drug delivery).